Repositorio UVigo

Avaliação económica e espacial de serviços de produção : o caso do Alto-Minho

Investigo Repository

Avaliação económica e espacial de serviços de produção : o caso do Alto-Minho

Leitao, Bruno Alexandre de Sousa
 
DATE : 2015-07-17
UNIVERSAL IDENTIFIER : http://hdl.handle.net/11093/375
UNESCO SUBJECT : 5902.01 Política Agrícola ; 3103.01 Producción de Cultivos ; 5902.08 Política del Medio Ambiente
DOCUMENT TYPE : doctoralThesis

ABSTRACT :

O crescimento da população e prosperidade em algumas regiões do Mundo continua a traduzir-se na transformação de ecossistemas naturais em áreas agrícolas, industriais ou residenciais, mas sobretudo traduz-se no aumento da procura dos serviços que os ecossistemas oferecem (FAO, 2007). Os “serviços de ecossistemas” (SEs) também designados por “serviços ambientais” ou até “serviços ecossistémicos” caracterizam-se como sendo os benefícios que os Humanos obtêm dos ecossistemas e que contribuem para o seu bem-estar (MA, 2005). Desde o início do século XXI as políticas agroambientais têm merecido maior destaque por parte dos responsáveis políticos, sendo cada vez mais salientadas as valências ambientais dos territórios rurais. A necessidade de incorporar os SEs nas decisões de gestão, tem ganho maior consenso na sociedade contemporânea, contudo a dimensão e o valor desses serviços tem-se revelado difícil de quantificar, sendo ainda mais difícil exprimir os seus valores em termos espaciais. Com uma metodologia integradora de informação espacial, concretamente de ocupação do solo e bases ... [+]
O crescimento da população e prosperidade em algumas regiões do Mundo continua a traduzir-se na transformação de ecossistemas naturais em áreas agrícolas, industriais ou residenciais, mas sobretudo traduz-se no aumento da procura dos serviços que os ecossistemas oferecem (FAO, 2007). Os “serviços de ecossistemas” (SEs) também designados por “serviços ambientais” ou até “serviços ecossistémicos” caracterizam-se como sendo os benefícios que os Humanos obtêm dos ecossistemas e que contribuem para o seu bem-estar (MA, 2005). Desde o início do século XXI as políticas agroambientais têm merecido maior destaque por parte dos responsáveis políticos, sendo cada vez mais salientadas as valências ambientais dos territórios rurais. A necessidade de incorporar os SEs nas decisões de gestão, tem ganho maior consenso na sociedade contemporânea, contudo a dimensão e o valor desses serviços tem-se revelado difícil de quantificar, sendo ainda mais difícil exprimir os seus valores em termos espaciais. Com uma metodologia integradora de informação espacial, concretamente de ocupação do solo e bases de dados económicas apoiadas nas diferenças entre os proveitos brutos e os principais encargos variáveis das atividades agrárias da região em estudo (Margem Bruta Standard), este trabalho teve como objetivos a (i.) identificação da localização e distribuição geográfica dos Serviços de Produção (SP), a (ii.) quantificação do seu valor económico, a (iii.) análise da variação temporal (1990-2000) e a (iv.) avaliação da influência de promotores de alteração diretos. O espaço geográfico escolhido para a aplicação da metodologia foi uma área biofisicamente heterogénea com uma superfície de 2.218,81 km2 (cerca de 221.881,5 ha) situada no Norte de Portugal, habitualmente designada de Alto-Minho. [-]
 
Population growth and prosperity in some regions of the world continues to result in the conversion of natural ecosystems to agricultural land, industrial or residential, but above all reflected in the increased demand for services that ecosystems provide (FAO, 2007). The ecosystem services (ES) are characterized as the benefits that humans obtain from ecosystems and contribute to their well-being (MA, 2005). Since the beginning of the XXI century the European Union (EU) agro-environmental policies have increasingly highlighted the environmental value of rural areas. The need to incorporate "ecosystem services" in management decisions has gained greater consensus in contemporary society, but the extension and value of these services have been proven difficult to quantify, and even more difficult to express their economic value in spatial terms. With an integrated methodology of geographic information, specifically land use and economic databases supported on the differences between gross income and the main variable costs of agricultural activities in the region (Standard ... [+]
Population growth and prosperity in some regions of the world continues to result in the conversion of natural ecosystems to agricultural land, industrial or residential, but above all reflected in the increased demand for services that ecosystems provide (FAO, 2007). The ecosystem services (ES) are characterized as the benefits that humans obtain from ecosystems and contribute to their well-being (MA, 2005). Since the beginning of the XXI century the European Union (EU) agro-environmental policies have increasingly highlighted the environmental value of rural areas. The need to incorporate "ecosystem services" in management decisions has gained greater consensus in contemporary society, but the extension and value of these services have been proven difficult to quantify, and even more difficult to express their economic value in spatial terms. With an integrated methodology of geographic information, specifically land use and economic databases supported on the differences between gross income and the main variable costs of agricultural activities in the region (Standard Gross Margin), this study aimed to: (i.) identify the location and geographical distribution of Provisioning Services, (ii.) quantify their economic value, (iii.) analyze temporal variation (1990-2000) and (iv.) evaluate the influence of direct drivers of change. The geographical area chosen for this research is a biophysically heterogeneous with an area of 2.218,81 km2 (about 221.881,5 ha) located in Northern Portugal, commonly called Alto-Minho. [-]

Show full item record



Files in this item

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Spain Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Spain
2013 Universidade de Vigo, Todos los derechos reservados
Calidad So9001